/Como criar uma startup: entenda como funciona
caderno

Como criar uma startup: entenda como funciona

Para o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e pequenas Empresas), startup é um novo modelo de negócio que basicamente, funciona com condições incertas atuando de forma repetível ou escalável.

De uma forma mais prática ou simples de entender, é uma empresa que é iniciada através de uma ideia, mas que não existe um cenário ideal ou totalmente certo para que ela possa ter seu início e desenvolvimento.

Mas claro que cada ação de uma startup deverá ser realizada através de um planejamento bem estruturado, para que pouco a pouco o modelo de negócio possa ser colocado em prática e principalmente, impactar positivamente a vida de outras pessoas.

Entenda mais sobre a startup

No ano de 2011 as primeiras empresas na modalidade de startups começaram a surgir no Brasil. E uma vez que esse modelo de negócio se mostrou sustentável em muitas áreas e principalmente rentável, continuou com excelentes números de crescimento em diferentes partes do país.

Para o desenvolvimento e crescimento de uma startup, é preciso também que sejam obtidos investimentos. E em nosso país são centenas de investidores que decidem apoiar uma ideia, para que seja transformada em uma empresa de sucesso.

As startups são na maioria das vezes tidas como empresas que estão ligadas diretamente com tecnologia, sendo este um grande diferencial para a sua atuação e que ainda estão na fase de pesquisas, desenvolvimento e implementação de uma determinada ideia.

O ideal é que especialmente no início, quando deve ser apresentada para os possíveis investidores, seja compreendida como um serviço diferenciado e que com a sua divulgação, será possível mudar a vida das pessoas de alguma forma.

Um outro grande diferencial de uma startup, é ter ao longo do seu desenvolvimento, baixos custos de operação principalmente pelo fato de que ainda não possui giro de caixa ou faturamento.

Como criar uma startup

Lendo atenciosamente o tópico anterior, é possível entender alguns dos principais pontos que são necessários, para que uma startup seja iniciada como, por exemplo:

  • Conquistar investimentos;
  • Empresas relacionadas à tecnologia;
  • Serviço diferenciado e inovador;
  • Baixos custos de operação.

No entanto, existem ainda outros pontos que deverão ser levados em consideração para que seja possível iniciar uma startup.

Pesquisas, estudos e análises deverão ser realizados de forma até mesmo exaustiva, para ter a certeza de que um determinado modelo de negócio poderá se tornar escalável.

Ou seja, a partir do desenvolvimento de uma determinada ideal, é necessário que a partir do momento em que o produto ou serviço começar a ser comercializado, tenha um elevado aumento em suas operações, principalmente no faturamento.

O modelo de negócios que será utilizado deverá ser lucrativo e assim, poderá até mesmo conseguir despertar o interesse de outros investidores, para alavancar o seu negócio.

Em determinados casos é importante ter todos os dados para apresentar e principalmente, uma forma de comprovar os mesmos, para conseguir conquistar a atenção e interesse dos investidores principalmente, mostrando a partir dessas informações, em quanto tempo poderão ter o seu dinheiro de volta.

Dentro dessa pesquisa inicial é importante identificar outros concorrentes de segmento e outros, para ter a certeza de que a sua ideia será totalmente original e que não existe uma outra pessoa com a mesma ideia de produto ou serviço o ainda, que já esteja em fases mais avançadas de desenvolvimento.

Saiba que mesmo nas primeiras fases do processo, é importante obter o registro de marca para uma startup.

O registro de marca será uma proteção de grande importância especialmente pelo fato de que o projeto, poderá ser mostrado e apresentado para outras pessoas e com a obtenção desse registro, todos os direitos de marca serão reservados e direcionados para o empreendedor que possuir esse registro. A Move On é uma empresa referência em serviços de registro de marca.

Acima de tudo procure ter metas e conseguir estabelece-las em curto, médio e longo prazo, para que pouco a pouco a startup consiga alcançar novos horizontes e obter excelentes investimentos e lucro também.