/Empresas investem em posicionamento no Google para alavancar as vendas
marketing no google

Empresas investem em posicionamento no Google para alavancar as vendas

Atualmente, grande parte das empresas mundiais travam uma batalha invisível para os principais consumidores do mundo, mas que pega fogo nos bastidores da maior plataforma de busca do planeta.

O Google é o maior buscador do mundo e dono do segundo maior, que é o YouTube. Por dia, são feitas mais de 100 bilhões de buscas na plataforma pelos mais variados assuntos, desde notícias da atualidade até idiossincrasias do sistema de refrigeração para supermercados.

Por causa disso, o Google assumiu um papel de relevância no mundo atual. Tanto é assim que muitas pessoas nem sequer percebem como o buscador alterou radicalmente seus estilos de vida.

Basta voltar, por exemplo, aos períodos de 2004 ou antes. Como as pessoas faziam compras naquela época? Pesquisavam em folhetos de supermercados pelo menor preço ou viam anúncios na televisão.

Atualmente, antes de comprar qualquer produto, um consumidor faz todos os tipos de pesquisas possíveis sobre a mercadoria, vê dezenas de vídeos, lê análises e compara preços em muitas ferramentas diferentes.

Resumindo: o uso do Google mudou drasticamente a postura do consumidor, a maneira como ele vê os produtos no mercado e como toma a sua decisão para comprar uma ou outra mercadoria.

Por causa disso, as empresas tiveram de modificar sua postura e posicionamento do mercado. Se antes todas investiam em Outbound Marketing, o tipo de ação que interrompe o consumidor com a mensagem publicitária, hoje todas investem no Inbound Marketing.

O Inbound Marketing é uma estratégia que visa atrair os consumidores de modo a fazer com que eles estejam mais suscetíveis à mensagem publicitária da empresa. Por isso, o Inbound utiliza o Marketing de Conteúdo como sua principal arma, produzindo artigos, vídeos e outros materiais para consumo dos potenciais clientes da empresa.

É nesse estágio em que o Google entra em ação e que se dá o conflito entre as empresas. Para que uma estratégia de Marketing Digital dê resultados, é essencial que o público chegue até o site ou blog em que ela está hospedada.

O principal motor de tráfego do mundo ainda é o Google e, por isso, as empresas investem muito dinheiro para tentar obter destaque nos resultados de pesquisa do buscador. Não é à toa: cada posição nas buscas equivale a uma boa quantidade de visitas.

Para se ter ideia, uma pesquisa internacional demonstrou que o primeiro lugar da página de resultados do Google fica com aproximadamente 33% de todas as buscas feitas com aquela palavra-chave, mais do que o dobro do segundo lugar, que fica com apenas 15%.

O terceiro lugar fica com 9% e o quarto lugar com apenas 5%. A partir daí, o número vai diminuindo bastante até completar cerca de 75% dos usuários na primeira página do Google.

Por isso, é essencial ficar com destaque nos resultados das buscas no Google. Para obter as primeiras localizações orgânicas, as empresas investem em técnicas de SEO, de modo otimizar seus sites para os motores de busca.

No entanto, é possível ter destaque no Google de outra forma: pelos anúncios do Google Ads, sistema publicitário da empresa.

Os anúncios contratados pelas empresas no Google Ads rodam em todas as plataformas que levam a marca Google, como os resultados de busca do motor de pesquisas, no YouTube e no Google Play.

Por isso, são extremamente úteis para as empresas que buscam conseguir novos clientes na Internet, uma vez que um mesmo consumidor pode ser impactado em vários momentos: quando faz pesquisas para a sua decisão de compra, quando vê vídeos ou quando busca aplicativos para baixar.

Na prática, empresas do mundo todo separam orçamentos na casa dos milhares de dólares para poder pagar alguns centavos ou até alguns reais por cada clique de um consumidor nos anúncios exibidos.

A lógica é relativamente simples: uma pessoa que pesquise por “comprar bolos” está em um processo de decisão de compra avançado. Ela já está considerando o momento de comprar um bolo e está pronta para adquirir um.

Por isso, ela é uma pessoa essencial para as empresas que vendem bolos e, portanto, os negócios do tipo não terão problemas em investir alguns bons reais pelo clique, já que há grande chance de que ele se converta em uma nova venda.

No entanto, apesar de parecer que esse negócio de divulgar sua empresa no Google é focado apenas para as grandes companhias. Isso não é verdade pela própria natureza do sistema.

Para aparecer nos anúncios em cada busca, a empresa precisa vencer um leilão por parte do Google. Um dos elementos para esse leilão, claro, é o valor estabelecido como “lance máximo” na plataforma do Google. Quanto mais colocar ali, maiores as chances de aparecer.

No entanto, o Google também considera a eficácia do anúncio como um elemento para definir quem aparece ou não. Assim, um anúncio que não tenha “nada a ver” com a palavra-chave buscada ou que não seja bom, não conseguirá aparecer, não importa o quanto invista.

Por isso, assim que as pequenas empresas aprender como divulgar no Google, elas podem competir de igual para igual com os grandes negócios e também obter muitas vendas na plataforma.

Não é à toa, portanto, que há uma disputa enorme pelo espaço de anúncios no Google em 2020 – e a perspectiva é que a briga permaneça pelos próximos anos.