Bem vindo Visitante!

logomarcar radio pontal

Peça sua música

BRASIL - Crise no ES: mais de 700 policiais são indiciados por revolta e governo fala em reconstruir PM “pedra sobre pedra”

BRASIL - Crise no ES: mais de 700 policiais são indiciados por revolta e governo fala em reconstruir PM “pedra sobre pedra”

Por: Wilton Junior/Estadão Conteúdo

10/02/2017

O secretário de Segurança Pública do Espírito Santo, André Garcia, falou na manhã desta sexta-feira (10) sobre a crise que o estado enfrenta desde sábado (4), com a ausência de policiais militares nas ruas. Após mais de 10 horas de reunião com familiares de parentes de PMs e entidades que representam a classe, não houve acordo e as mulheres decidiram que não vão sair da frente dos batalhões do Estado. Garcia declarou que o objetivo do governo continua sendo "estabelecer a ordem e a segurança" e que irá reconstruir a Polícia Militar.

— É preciso que a gente construa uma nova PM, vai ser pedra sobre pedra. E vamos construir uma que não volte as costas para a sociedade. Esse movimento é inconstitucional e torna a sociedade refém da criminalidade tendo como pano de fundo interesses meramente coorporativos.

Além disso, o comandante geral da PM, coronel Nylton Rodrigues, informou que ao menos 703 policiais foram identificados e serão indiciados pelo crime de revolta — evolução do crime de motim — mas deixou claro que esse número deve ser maior.

— Todos [os casos] serão analisados pela corregedoria e encaminhados ao Ministério Público Militar. Quem for condenado com certeza será excluído.

Rodrigues defendeu os pedidos de melhoria para o PM, mas declarou que essa forma de reinvindicação é uma "insanidade" e pede para que policiais voltem às ruas e dialoguem com o governo. 

Fonte: R7